A segurança energética como base para maior integração na América do Sul: À espera de um tratado multilateral

Matheus Bassani

Resumo


A União de Nações Sul-Americanas (UNASUL) é uma organização que possui como núcleo a busca pela integração entre os países da América Latina. Pode-se afirmar que ela tende a ser considerada um último suspiro na tentativa de organizar um bloco multicultural e dividido por tão-somente duas línguas. O objetivo deste trabalho é verificar se a segurança energética pode ser considerada como um catalisador para orientar a integração entre países localizados no continente. Utiliza-se do método dedutivo decorrente de pesquisa em obras nacionais e estrangeiras, base de dados e artigos eletrônicos. A segurança energética é base para a formatação de um acordo multilateral, assegurando estabilidade e previsão de abastecimento de recursos energéticos entre fornecedores e consumidores. O tema da energia é extremamente relevante como meio de integração considerando o requisito fundamental que é o estabelecimento de estruturas físicas compartilhadas, como linhas de transmissão de energia elétrica e dutos. Houve estudos sobre a possibilidade do gás natural ser o centro de uma integração, que poderia estender o desenvolvimento a demais setores carentes da região. Benefícios mútuos é consequência de maior integração no setor de energia. Os membros da UNASUL desejam um plano conjunto para tornar mais eficiente a geração e consumo de energia, calcado no projeto de Tratado Energético Sul-Americano (TES). No entanto, inexiste previsão sobre a assinatura e efetividade do acordo, em fase de análise pelos chefes de Estado dos membros, tornando medidas bilaterais ou regionais uma saída para a ausência de vontade política. A abordagem do trabalho pretende salientar a importância de um marco regulatório para otimizar os fluxos energéticos.

Palavras-chave


Segurança energética, integração energética, Tratado Energético Sul-Americano, multilateralismo, UNASUL

Texto completo:

PDF

Referências


BANDEIRA, Luiz Alberto Moniz. Geopolítica e política exterior: Estados Unidos, Brasil e América do Sul. Brasília: FUNAG, 2010.

CAPUCIO, Camila. A OMC e o regionalismo do século XXI: estratégia de imposição de modelos normativos? Revista de Direito Internacional, Brasília, v. 12, n. 2, p. 336348, 2014.

CARMEN, Amalia del. A integração energética na América do Sul: instrumentos jurídicos e institucionais para projetos gasíferos regionais. 357 f. Tese (Doutorado)- Faculdade de Direito, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. 2009. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/teste/arqs/cp119143.pdf. Acesso em: 30 jul. 2015.

COMISSÃO ECONÔMICA PARA A AMÉRICA LATINA E O CARIBE. Physical Infrastructure and Regional Integration. FAL Bulletin, v. 280, n. 12, 2009.

COMUNIDAD ANDINA. Artigo 42 do Comunicado de Brasília da Reunião de Presidentes da América do Sul. Brasília, 31 de agosto e 01 de setembro de 2000. Disponível em: http://www.comunidadandina.org/documentos/dec_int/di1-9-00.htm. Acesso em: 05 ago. 2015.

CONANT, Melvin A.; GOLD, Fern Racine. A geopolítica energética. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1981.

CORRELJÉ, Aad; VAN DER LINDE, Coby. Energy supply security and geopolitics: a european perspective. Energy Policy, v. 34, n. 5, p. 532-543, 2006.

GOLDTHAU, Andreas; WITTE, Jan Martin. Global Energy Governance: the new rules of the game. Washington: Brooking Press, 2010.

INICIATIVA PARA A INTEGRAÇÃO DA INFRAESTRUTURA REGIONAL SUL-AMERICANA. Proyectos. Disponível em: http://www.iirsa.org/Projects/Search?menuItemId=97. Acesso em: 05 ago. 2015.

INTEGRAÇÃO energética. Disponível em: http://blog.planalto.gov.br/assunto/unasul/. Acesso em: 05 ago. 2015.

INTERNATIONAL ENERGY AGENCY. How does the IEA respond to major disruptions in the supply of oil? Disponível em:http://www.iea.org/newsroomandevents/agencyannouncements/how-does-theiea-respond-to-major--disruptions-in-the-supply-ofoil-2011-03-10-.html. Acesso em: 23 abr. 2016.

LAHOUD, Gustavo. Una aproximación teórica a la soberanía energética e integración regional sudamericana. Centro Latinoamericano de Investigaciones Científicas y Técnicas (CLICeT). Disponível em: http://www. cienciayenergia.com/Contenido/pdf/080428_i_gol.pdf. Acesso em: 30 jul. 2015.

MOREIRA, João Manoel Losada; PINTO, Roberto Tadeu Soares. Integração energética ou integração de mercados: qual é a melhor solução para a comercialização de energia elétrica? In: CONGRESO DE LA ASOCIACIÓN LATIONAMERICANA DE ECONOMÍA DE LA ENERGÍ, 4., 2013, Montevideo. Anais. 2013.

MOROSINI, Fabio Costa; NIENCHESKI, Luisa Zuardi. A relação entre os tratados multilaterais ambientais e os acordos da OMC: é possível conciliar o conflito? Revista de Direito Internacional, Brasília, v. 12, n. 2, p. 150168, 2014.

NESTER, Alexandre Wagner. Regulação e concorrência: compartilhamento de infraestruturas e rede. São Paulo: Dialética, 2006.

NOBOA, Eduardo. El sector energético em Suramérica: evolución, potencial e integración, Friedrich Ebert Stitung, nov/2013. Disponível em: http://library.fes.de/pdffiles/bueros/quito/10374-20131204.pdf. Acesso em: 25 jan. 2015.

OLIVEIRA Adilson de. Security in South America: the role of Brazil. Manitoba: International Institute for Sustainable Development, 2010. Disponível em: http:// www.iisd.org/sites/default/files/publications/energy_security_south_america.pdf e http://www.iisd.org/ library/energy-security-south-america-role-brazil. Acesso em: 23 abr. 2016.

OLIVEIRA, Ana Carolina Vieira de; SALGADO, Rodrigo Souza. Modelos de integração na América do Sul: do Mercosul à Unasul. In: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS INSTITUTO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS – USP, ENCONTRO NACIONAL ABRI 2001, 3., 2011, São Paulo. Proceedings. Disponível em: http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid= MSC0000000122011000100011&lng=en&nrm=abn. Acesso em: 07 ago. 2015.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Transforming our world: the 2030 agenda for sustainable development: finalized text for adoption (1 August). Disponível em: https://sustainabledevelopment.un.org/content/documents/7891TRANSFORMING%20OUR%20WORLD.pdf. Acesso em: 04 ago. 2015.

ORGANIZACION LATINOAMERICANA DE ENERGIA. Potencialidades de recursos energéticos y minerales en América del Sur: coincidencias juridicas hacia una estrategia regional. Disponível em: http://www.olade.org/sites/default/files/publicaciones/Potencial-Recursos-Energeticos-Minerales-AS.pdf. Acesso em: 07 mar. 2016.

ORGANIZACION LATINOAMERICANA DE ENERGIA; UNION DE NAÇÕES SURAMERICANAS. UNASUR: un espacio que consolida la integración energética. Disponível em: http://www.olade.org/sites/default/files/publicaciones/UNASUR%20-%20Un%20espacio%20que%20-completo.pdf. Acesso em: 15 jan. 2015.

PAMPLONA, João Batista; CACCIAMALI, Maria Cristina. Recursos naturais e estratégias de desenvolvimento para a América Latina. Revista Pontes, v. 11, n. 3, p. 4-6, maio 2015.

RUIZ-CARO, Ariela. Puntos de conflicto de la cooperación e la integración energética em América Latina y el Caribe. ONU/ CEPAL, 2010. Disponível em: http://archivo.cepal. org/pdfs/2010/S1000042.pdf. Acesso em: 30 jul. 2015.

SABBATELLA, Ignacio. La integración regional y la seguridad energética. Centro cultural de la Cooperación Floreal Gorini (Seminario). Disponível em: https://www.academia.edu/9219638/La_integraci%C3%B3n_regional_y_la_seguridad_energ%C3%A9tica. Acesso em: 05 ago. 2015.

SANTOS, Thauan. Integração Energética na América do Sul: desdobramentos do desenvolvimento institucional. 2014. 132 f. Dissertação (Mestrado)-Instituto de Relações Internacionais, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Cia das Letras, 2010.

SISTEMA ECONÓMICO LATINOAMERICANO Y DEL CARIBE. Temas centrales en la creación del Organismo ha sido los de energía e infraestructura Art. 3 Tratado Constitutivo literal d) y e). Disponível em: http://www.sela.org/media/265920/t023600004442-0-unasur_temas_de_energia_e_infraestructura.pdf. Acesso em: 05 ago. 2015

THORSTENSEN, Vera et al. A regulação do comércio internacional de energia: combustiveis e energia elétrica. São Paulo: FIESP, 2013.

UNASUL define ações para programa de energia em combustão. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/ciencia-e-tecnologia/2014/10/unasul-define-acoespara-programa-de-energia-em-combustao. Acesso em: 10 jul. 2015.

UNIÃO DE NAÇÕES SUL-AMERICANAS. Alinhamentos de estratégia energética sul-americanas. Disponível em: http://www.unasursg.org/images/descargas/ESTATUTOS%20CONSEJOS%20MINISTERIALES%20 SECTORIALES/LINEAMIENTOS%20DE%20ESTRATEGIA%20ENERGETICA%20SURAMERICANA.pdf. Acesso em: 15 jan. 2015.

UNIÃO DE NAÇÕES SUL-AMERICANAS. Ata da XIX reunião de especialistas de energia do CES. Disponível em: https://repo.unasursg.org/alfresco/service/unasursg/documents/content/ACTA_DE_LA_DECIMA_NOVENA_REUNION_DEL_GRUPO_DE_EXPERTOS_EN_ENERGIA_DEL_CONSEJO_ENERGETICO_DE_SURAMERICA_DE_LA_UNION_DE_ NACIONES_SURAMERICANAS__UNASUR.pdf?noderef=07b5cf05-a66d-4568-8a77-d6f6241c7b20. Acesso em: 07 mar. 2016.

UNIÃO DE NAÇÕES SUL-AMERICANAS. Consejo Energético Suramericano de Unasur (CES). Disponível em: https://www.unasursg.org/es/node/22. Acesso em: 05 ago.2015.

UNIÃO DE NAÇÕES SUL-AMERICANAS. Diretrizes de estratégia energética. Disponível em: http://www.unasursg.org/images/descargas/ESTATUTOS%20 CONSEJOS%20MINISTERIALES%20SECTORIALES/LINEAMIENTOS%20DE%20ESTRATEGIA%20ENERGETICA%20SURAMERICANA.pdf. Acesso em: 20 jul. 2015.

UNIÃO DE NAÇÕES SUL-AMERICANAS. Plano TES. Disponível em: http://www.unasursg.org/ uploads/e1/77/e17787075555d52b60a86193c81d482b/PLAN-TRATADO-ENERGETICO-SURAMERICANO.pdf e em http://www.unasursg.org/uploads/4c/e6/4ce6db8f6ed4f4e72d157f868f640465/Declaracio%CC%81n-de-las-Autoridades-Nacionalesen-Materia-Energe%CC%81tica-Caracas-Venezuela13-mayo-2011..pdf. Acesso em 15 jan. 2015.

UNIÃO DE NAÇÕES SUL-AMERICANAS. Tratado Constitutivo da União das Nações Sul-Americanas. Disponível em: http://www.unasursg.org/images/descargas/DOCUMENTOS%20CONSTITUTIVOS%20DE%20UNASUR/Tratado-UNASUR-solo.pdf. Acesso em: 10 jul. 2015.

UNIÃO DE NAÇÕES SUL-AMERICANAS. UNASUR relanza el Consejo Energético. Disponível em: http:// www.unasursg.org/es/node/251. Acesso em: 05 ago. 2015.

VELHO, Rafael Rott de Campos. O Mercosul e a política ambiental: modelos, inconsistências e alternativas. Revista de Direito Internacional, Brasília, v. 9, n. 3, p. 103128, 2012.

ZANELLA, Cristine Koehler. Energia e integração: oportunidade e potencialidades da integração gasífera na América do Sul. Ijuí: Unijuí, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.5102/rdi.v13i1.3942

ISSN 2236-997X (impresso) - ISSN 2237-1036 (on-line)

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia