Políticas de integração regional no governo Lula

Paulo Roberto de Almeida

Resumo


Apresentação e discussão da diplomacia regional do governo de Luis Inácio Lula da Silva, com exposição das principais questões inscritas na agenda diplomática do Brasil, multilateral e regional. O ensaio começa por identificar as fontes do pensamento do governo Lula nas posições exibidas historicamente pelo PT, ao longo de sua trajetória política, com transcrição de posições defendidas pelo candidato Lula nos três escrutínios presidenciais de que participou (1989, 1994 e 1998), antes de vencer as eleições em 2002. O trabalho focaliza, em seguida, vários aspectos da diplomacia regional do governo Lula, com destaque para as questões da “liderança regional” e seus reflexos nas relações com a vizinha Argentina, da consolidação e expansão (em grande parte frustradas) do Mercosul em direção de um “espaço integrado sul-americano”, consubstanciado na Comunidade Sul-Americana de Nações, e, finalmente, das negociações da Alca, até o momento inconclusas.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/prismas.v2i1.182

ISSN 1809-9602 (impresso) - ISSN 1808-7477 (on-line) - e-mail: rochaalice@yahoo.com.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia