Os militares e a ordem constitucional republicana: de 1898 a 1964

Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha, Romeu Costa Ribeiro Bastos

Resumo


No presente artigo busca-se avaliar o papel dos militares na ordem constitucional brasileira, durante o período compreendido entre a proclamação da República e o golpe de 1964. Neste sentido serão analisadas as inúmeras fases de irrendentismo e revoltas militares ocorridas ao longo do processo histórico, bem como a ação intervencionista das Forças Armadas, que sempre atuaram institucionalmente como árbitros - legais ou supra legais - entre as elites econômicas, sociais e políticas no interior do Estado Nacional.

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/prismas.v1i1.157

ISSN 1809-9602 (impresso) - ISSN 1808-7477 (on-line) - e-mail: rochaalice@yahoo.com.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia