Prolactina e seus excessos em mulheres não-gestantes - doi: 10.5102/ucs.v3i1.548

Cristiane Maria Villar Silva, Tania Cristina Andrade

Resumo


A prolactina é um hormônio produzido pela hipófise, responsável por processos fisiológicos relacionados à reprodução, cuja principal função é a manutenção da lactação. Sua secreção é regulada por mecanismos hormonais e não-hormonais. Existem patologias relacionadas com o excesso de prolactina circulante. São as denominadas hiperprolactinemias e os prolactinomas de causas fisiológicas, farmacológicas, patológicas e idiopáticas. Os níveis de prolactina verificados em 79 mulheres analisadas por um laboratório particular de Brasília mostraram variações características de acordo com diferentes faixas etárias.

Palavras-chave


prolactina, hiperprolactinemia, prolactinoma

Texto completo:

Texto completo


DOI: http://dx.doi.org/10.5102/ucs.v3i1.548

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1678-5398 (impresso) - ISSN 1981-9730 (on-line) - e-mail: universitas.saude@uniceub.br

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia